Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Onde o mote é a fotografia e... outras eventuais peregrinações.


22
Dez11

Presépio

por Maximiliano

Não resisti em publicar esta foto do presépio que o "pessoal" do Mercado do Bolhão aprontou para os clientes.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:38

22
Dez11

 

 

 

 

Embora ainda Outono quando as fotos foram captadas, o clima é já de Inverno.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:13

18
Dez11

Boas Festas

por Maximiliano

Imagem: Algures no norte de Portugal.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:27

14
Dez11

Artesanato

por Maximiliano

Galo de Barcelos entre pratos

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:20

14
Dez11

Da cidade_Ribeira

por Maximiliano

Com flor (Amor-Perfeito) para alegrar o ambiente

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:10

14
Dez11

Da cidade_Cordoaria

por Maximiliano

Neblina, frio, humidade e proximidade do Inverno que entra daqui a alguns dias.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:59

09
Dez11

É Noite, Mãe

 

As folhas já começam a cobrir
o bosque, mãe, do teu outono puro...
São tantas as palavras deste amor
que presas os meus lábios retiveram
pra colocar na tua face, mãe!...

Continuamente o bosque se define
em lividez de pântanos agora,
e aviva sempre mais as desprendidas
folhas que tornam minha dor maior.
No chão do sangue que me deste, humilde
e triste, as beijo. Um dia pra contigo
terei sido cruel: a minha boca,
em cada latejar do vento pelos ramos,
procura, seca, o teu perdão imenso...

É noite, mãe: aguardo, olhos fechados,
 
que uma qualquer manhã me ressuscite!...


António Salvado, in "Difícil Passagem"

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:56

06
Dez11

Amar!

por Maximiliano

Amar!

 

Eu quero amar, amar perdidamente!
Amar só por amar: aqui... além...

Mais Este e Aquele, o Outro e toda a gente...

Amar! Amar! E não amar ninguém!

Recordar? Esquecer? Indiferente!...

Prender ou desprender? É mal? É bem?

Quem disser que se pode amar alguém

Durante a vida inteira é porque mente!

Há uma primavera em cada vida:

É preciso cantá-la assim florida,

Pois se Deus nos deu voz, foi pra cantar!

E se um dia hei-de ser pó, cinza e nada

Que seja a minha noite uma alvorada,

Que me saiba perder... pra me encontrar...

 

Florbela Espanca

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:13

04
Dez11

Cogumelos

por Maximiliano

 

 

Os únicos que nesta época consegui fotografar; Os primeiros de forma pouco vulgar, os segundos, a modos que para o rasteirinho.  

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:26

03
Dez11

Gaivota

por Maximiliano

 

 

 

 

Ai que rico almocinho!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:43


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Posts mais comentados