Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Onde o mote é a fotografia e... outras eventuais peregrinações.

25
Mar14

Fetos (botânica)

por Maximiliano

 

 

 

 

 

 

 Os fetos são plantas vasculares que apresentam verdadeiras raízes, caules e folhas e que se reproduzem por esporos. Constituem um grupo muito diversificado de plantas pteridófitas, usualmente incluído nas Filicophyta. A dimensão dos fetos é muito variável, desde plantas pequenas a arbóreas.

 Nos fetos, as folhas são, geralmente, designadas de frondes.

 A maioria dos fetos é heterospórica, mas existem algumas espécies aquáticas homospóricas.

 Fonte: Infopédia

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:56

24
Mar14

Ao sol da Primavera

por Maximiliano

 

 

 

 

 

 

Quando Tornar a Vir a Primavera

 

Quando tornar a vir a Primavera

Talvez já não me encontre no mundo.

 Gostava agora de poder julgar que a Primavera é gente

 Para poder supor que ela choraria,

 Vendo que perdera o seu único amigo.

 Mas a Primavera nem sequer é uma cousa:

 É uma maneira de dizer.

 Nem mesmo as flores tornam, ou as folhas verdes.

 Há novas flores, novas folhas verdes.

 Há outros dias suaves.

 Nada torna, nada se repete, porque tudo é real.

 

Alberto Caeiro, in "Poemas Inconjuntos"

 Heterónimo de Fernando Pessoa

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:08

04
Mar14

Fotos emolduradas

por Maximiliano

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:06

26
Dez13

Tempo de flores

por Maximiliano

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

SE ÀS VEZES DIGO QUE AS FLORES SORRIEM

 

Se às vezes digo que as flores sorriem

E se eu disser que os rios cantam,

Não é porque eu julgue que há sorrisos nas flores

E cantos no correr dos rios...

É porque assim faço mais sentir aos homens falsos

A existência verdadeiramente real das flores e dos rios.

Porque escrevo para eles me lerem sacrifico-me às vezes

À sua estupidez de sentidos...

Não concordo comigo mas absolvo-me,

Porque só sou essa cousa séria, um intérprete da Natureza,

Porque há homens que não percebem a sua linguagem,

Por ela não ser linguagem nenhuma.

 

Alberto Caeiro, in "O Guardador de Rebanhos - Poema XXXI"

Heterónimo de Fernando Pessoa

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:05

09
Nov13

Fotos com lágrimas

por Maximiliano

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

"Penso, muitas vezes, que não são os pensamentos que são demasiado profundos para as lágrimas,

mas as lágrimas que são demasiado profundas para o pensamento."

 

Fernando Pessoa

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:36

17
Out13

Orvalho

por Maximiliano

 

 

 

 

 

 

"O amor, para ser perfeito, devia ser como o rotífero:

morrer num raio de sol, renascer numa gota de orvalho."                  

Paolo Mantegazza

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:42

07
Jul12

É tempo de flores

por Maximiliano

 

 

 

 

 

 

 

 

"Do sorriso da mulher nasceram as flores

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:52

07
Jun12

Agapantos

por Maximiliano

 

 

 

As teias que nos unem!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:44

18
Abr12

Flores

por Maximiliano

 

 

 

 

Que o meu olhar alegre vossos olhares!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:19

26
Jan12

O anúcio da Primavera

por Maximiliano

 

 

 

 

Magnólias: Começam a florir em meados de Janeiro como prenunciação da Primavera.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:12


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.